Entenda a diferença dos sabores da Coca-cola

Vamos fazer um tour pelas versões da Coca-cola para saber a diferença entre elas? Mesmo que você não esteja disposto a parar de beber refrigerante é muito importante que saiba o que está consumindo. Mas mais importante do que isso é que você saiba o que NÃO está consumindo: um produto saudável.


Então, sem demora, vamos lá!


Antes de qualquer coisa é importante saber:


Muita gente se perde na leitura do rótulo das Cocas [e da maioria dos produtos industrializados] porque vai direto para a Tabela de Informação Nutricional. Meus clientes sabem muito bem disso: a parte mais importante e mais reveladora de um rótulo não é a Tabela, mas a LISTA DE INGREDIENTES. É na lista que você tem acesso ao que de fato está ingerindo.


Um detalhe muito importante dessa lista é a ordem em que os ingredientes aparecem. Eles não foram simplesmente jogados lá, mas estão descritos em forma decrescente, ou seja, do ingrediente que está em maior quantidade para o que está em menor quantidade no produto.

Com isso em mente, vamos analisar a lista de cada uma das versões da Coca:


- Coca-cola Original

- Coca-cola Light

- Coca-cola Zero

- Coca-cola Stévia



COCA-COLA ORIGINAL


Listando os problemas:


Alta concentração de açúcar:

Como você pode ver, o açúcar é o segundo ingrediente listado, e só não é maior que a água gaseificada. Em outro post nos aprofundaremos mais nisso, mas basta você saber que a alta ingestão de açúcar está relacionada a epidemia de obesidade [inclusive infantil] que temos hoje no Brasil e no mundo, ao desenvolvimento de Diabetes Tipo 2, ao desequilíbrio da flora intestinal, à Síndrome Metabólica e a inúmeros outros problemas de saúde desencadeados por esses fatores.


Corante Caramelo IV: Muita gente não sabe, mas esse corante está em diversos outros produtos, e muitas vezes vem entitulado de "natural" enganando muita gente. O Caramelo é, de fato, um corante natural, porém nos alimentos vem acrescido de substâncias químicas, como o 4-MI (4-metil-imidazol), que vem sendo classificado como "possivelmente cancerígeno". O mais revoltante é que a quantidade dessa substância nas Cocas do Brasil é assustadoramente maior quando comparada a de outros países.


Fonte: CSPI (Center for Science in the Public Interest) - EUA



Ácido Fosfórico: "Ué, Rebecca, não tem isso na lista!". Tem sim! Na Coca-cola Original esse ácido vem descrito com um nome diferente, um nome farmacêutico: acidulante INS 338. Esse é o ácido responsável por deixar o pH da Coca tão baixo, perto de 1,78. Em quantidades elevadas, esse ácido tem a capacidade de retirar o cálcio dos nossos ossos e dentes, sendo um dos causadores da osteoporose.


Viu quanta coisa ruim, né? Vamos ver, então, os problemas dos outros tipos.


COCA-COLA LIGHT E ZERO


Essas duas são praticamente iguais. A diferença é que a Light não contém o edulcorante [ou adoçante] ciclamato de sódio, e tem mais aspartame que a versão Zero (24 mg versus 12 mg).


Como vocês podem ver, tanto a Light quanto a Zero não possui açúcar na fórmula, porém as duas contêm o Corante Caramelo IV e o Ácido Fosfórico, assim como a versão Original. Ou seja, 2 dos 3 problemas continuam ali.


E aí nós vamos ter um problema característico dos produtos [em geral] que não contêm açúcar: OS ADOÇANTES.


Aspartame: Destaquei o aspartame pela pesquisa de seu potencial cancerígeno e genotóxico (os estudos ainda são inconclusivos), mas todos os adoçantes artificiais devem ser questionados. Os estudos de toxicidade são limitados e controversos, mas alguns trabalhos têm mostrado um impacto negativo dessas substâncias sobre a microbiota intestinal (os microrganismos que vivem no nosso intestino). Falaremos mais em outro post sobre a influência da microbiota intestinal em nossa saúde, mas é importante saber que ela está relacionada ao desenvolvimento de doenças, inclusive as mesmas associadas ao alto consumo de açúcares [como listado no início do post]. Pensa comigo: se o adoçante tem potencial para causar as mesmas doenças do açúcar, qual é o benefício dessa troca? Pensa aí...


Vamos partir então para o último tipo de Coca comercializado no Brasil, que foi lançado em maio desse ano e que está enganando muita gente:



COCA-COLA STÉVIA

Essa versão [de cara] já me irrita bastante por ter escrito "Life" no rótulo ("vida" em inglês). A intenção de relacionar o produto [que também é cheio de coisa ruim] a uma vida saudável é explícita.



Para quem não toma a Original por causa do açúcar e não toma nem a Light nem a Zero por causa dos adoçantes artificiais, vai tomar a Stévia, porque é um adoçante natural. Das poucas opções naturais que temos, a estévia tem se mostrado um bom adoçante para aqueles que estão em dieta com restrição de açúcares. Eu sou muito cautelosa na introdução de adoçantes naturais com os meus clientes, mas em alguns casos não há muito o que fazer.


Eu não vou aqui entrar no mérito se a estévia é de fato um bom adoçante. Os estudos estão mostrando que o efeito negativo está em ingerir este adoçante em uma refeição sem valor calórico [por exemplo: tomar apenas 1 xícara de café ou chá com estévia, e não comer mais nada].


A grande questão aqui a meu ver é que, apesar de reduzir 50% do açúcar, ele continua sendo o segundo maior ingrediente da fórmula, ou seja, ainda está em quantidades elevadas e suficientes para ocasionar pico glicêmico e o desenvolvimento dos problemas listados lá em cima.

Além disso, assim como nas versões Light e Zero, O CORANTE E O ÁCIDO CONTINUAM ALÍ!


Viram como a indústria é sagaz? Coloca um holofote no que quer vender e passa uma borracha no que quer esconder. Se você for na onda do mercado, da mídia e das modinhas, vai se enganar com uma facilidade absurda.


Há vlogueiros e até nutricionistas [para minha tristeza] que indicam e prescrevem a Coca Zero, por exemplo, para emagrecer. Depois de tudo isso que eu te mostrei, você acha realmente que esses refrigerantes ajudam ou atrapalham a nossa saúde?


Não se esqueça de sempre consultar seu Nutricionista para realizar mudanças na sua alimentação. Mas nesse caso, vamos combinar, a Coca perdeu seu direito de defesa.


Muito importante!! Não estou aqui dizendo para você nunca mais tomar Coca-cola. Se quiser fazer isso, ótimo! O que quero alcançar com esse post é que a informação chegue até você, e que você decida beber uma Coca porque é gostosa, e não porque te venderam como algo saudável ou te privaram do conhecimento.


Deixe aqui seu comentário sobre o post e me diga o que quer ler por aqui!



Beijos, da Nutri

E VIVA NA MEDIDA!

#emagrecer #refrigerante #cocacola #mercado #açúcar #adoçante #aspartame

Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
©  2019 por Rebecca Coutinho - Nutrição e Reeducação Alimentar.
     Tel.: +1 (561) 345-9081
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon