Benefícios da amamentação: para a mamãe e para o bebê

Tem como não amar essa foto? Que relação mais linda da criança com a sua mãe e essa experiência chamada amamentação. A duração do aleitamento materno no Brasil é considerado muito ruim pela Organização Mundial da Saúde (OMS), considerando que em 26 das 27 capitais nacionais a amamentação só vai até os 17 meses.


Os problemas da amamentação são diversos, e em outro post eu voltarei a esse assunto e darei dicas de como não fazer desse momento tão belo e importante, uma experiência traumática. Mas hoje eu gostaria de me ater aos benefícios da amamentação, tanto para a mãe, quanto para a criança.


Benefícios da amamentação PARA O BEBÊ:



1. Diminui a incidência e a gravidade de doenças infecciosas como:


- Meningite bacteriana;

- Bacteremia (presença de bactérias no sangue);

- Diarreia;

- Sepse de início tardio em lactentes pré-termo (infecção generalizada em prematuros); - Enterocolite necrosante (inflamação da superfície interna do intestino que pode levar à morte de parte do órgão, ocasionando perfuração intestinal e peritonite);

- Otite média (inflamação do ouvido médio);

- Infecção do trato respiratório;

- Infecções do trato urinário.


2. Diminui os índices de:


- Asma;

- Alergias alimentares;

- Doença de Hodgkin (câncer que tem origem nos linfonodos);

- Hipercolesterolemia (colesterol alto no sangue);

- Leucemia;

- Linfoma (câncer que atinge o sistema linfático);

- Sobrepeso e obesidade

- Síndrome da morte súbita infantil;

- Diabetes tipo 1 e 2.


3. Promove:


- Ausência de sensibilidade à dor durante procedimentos dolorosos (por exemplo: punção do calcanhar em recém-nascidos);

- Desempenho melhorado nos testes do desenvolvimento cognitivo [ou seja, são crianças mais espertas e inteligentes];

- Ligação mãe-filho.


Benefícios da amamentação PARA A MÃE:


- Diminui a perda de sangue menstrual;

- Diminui o sangramento pós-parto;

- Diminui o risco de câncer de mama e de ovário;

- Promove o retorno inicial ao peso antes da gestação [evitando o sobrepeso];

- Promove a involução uterina rápida (regressão progressiva do útero para seu tamanho normal);

- Diminui o risco de fratura no quadril e osteoporose após a menopausa.

Viu quanta coisa boa? É uma via de mão dupla: a mãe e o bebê se beneficiam de mais saúde e menos doença. Vale a pena amamentar! E vale a pena insistir se você não está tendo uma boa experiência. Leia e releia todos esses benefícios, e quando pensar em desistir, lembre-se de quanta coisa boa estará proporcionando ao seu filho a curto, médio e longo prazo!


Saiba que um Nutricionista pode te ajudar nessa fase!


Se quiser, relate aqui nos comentários sua experiência com a amamentação ou seus medos se ainda não amamentou.



Beijos, da Nutri

E VIVA NA MEDIDA!

#saúde #prevenção #amamentação #lactante #lactente #bebê #recémnascido

Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
©  2019 por Rebecca Coutinho - Nutrição e Reeducação Alimentar.
     Tel.: +1 (561) 345-9081
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon